release

A palavra e a voz formam o fio condutor que une as facetas do artista Daniel Farias. Seja como ator nos palcos e telas, com sua poesia em livros e saraus, dando voz a locuções e dublagens ou assinando peças e composições.

No cinema está nos longas Receba!, com direção de Rodrigo Luna e Pedro Perazzo e A Finada Mãe da Madame, de Bernard Attal, além dos curtas Hotel Jasmim, com direção de Cláudia Barral e Identidade, de Eduardo Oliveira. Na tela da Tv Cultura participou do programa Terradois, com direção de Mika Lins e Ricardo Elias. E na Amazon Prime faz parte da produção baiana A Lei do Riso, com direção de Jorge Alencar e Neto Machado.

​Nos palcos já trabalhou com alguns dos principais nomes do teatro brasileiro como João Falcão, Denise Weinberg e Antonio Araújo. Sua trajetória artística inclui ainda passagens por grupos da Bahia e de São Paulo como Teatro da Vertigem, Vilavox, Cia. Do Miolo, Improviso Salvador e Oco Laboratório, com circulações por Brasil, Bélgica, Chile, Cuba e Portugal. Juntamente com Caio Rodrigo e Ian Fraser recebeu o prêmio Braskem de Teatro pelo texto da peça Ensaio para uma Redenção. Em parceria com a Orquestra Sinfônica da Bahia narrou as obras História do Soldado, de Stravinsky e Pedro e o Lobo, de Prokofiev. 

É autor dos livros de poesia Backup (Nave, 2015) e O Tempo da Coisa (Gris, 2019), este com versão para o teatro dirigida por Jackson Costa. É também autor da peça teatral Paquiderme presente no livro Núcleo de Dramaturgia (Sesi, 2014) e com encenação de Daniel Alvim sob direção de Johana Albuquerque. Tem participado de diversos eventos literários como artista, mestre de cerimônias e mediador, com destaque para Flipelô, Virtualidades e Farpa, todos pelo Sesc. Em parceria com Igor Souza escreveu a HQ Quanta (RV Galeria, 2022). E integra ainda a coletânea Sangue Novo (Escrituras, 2011).

Locutor há mais de uma década, é membro do Clube da Voz, associação de referência no mercado brasileiro. Como dublador faz parte de animações como Aventuras de Ami (Globoplay) de Igor Souza e Maria Carolina, Galera da Praia (Projeto Tamar) de Renato Barreto e Curacanga (Itaú Rumos) de Tiago Oliveira e Mateus di Mambro. É também narrador de diversos audiolivros da Companhia das Letras em parceria com o estúdio AudioInk.

 

Apresentou por anos o Sarau do Porto com o músico Filipe Lorenzo, parceiro em diversas canções e o ator Talis Castro, co-autor do espetáculo #GastandoAmor com EP da trilha autoral lançado nas plataformas digitais.