ensaio para uma redenção

 

O TEXTO – Trata-se da jornada de Mané, que em meio às suas peripécias, se perde de sua cidade natal. Na busca pela sua querida REDENÇÃO, se defronta com diversos personagens que promovem diálogos sobre vida e morte, pertencimento e resistência, igualdade, amor e guerra e a complexa arte de viver em sociedade. 

download

O CENÁRIO – Itinerante. Uma lemniscata marcada no chão, pequenos sets/locações com objetos que sugiram cada estação vencida na jornada do protagonista em seus encontros com as demais personagens. Artefatos que sugiram tempo e espaço, pedaços de objetos que evoquem signos de um lugar. Caminho.

 

FRAGMENTOS DE REDENÇÃO

"Mas tenho para mim que nada que a gente escreve é realmente nosso. Pensamentos perdidos não estão dentro de nós, caso contrário, teriam outro nome. Eles estão por aí, levados pelos ventos. E quando pensamento perdido trata de fazer cafuné em artista, aí ele vira poema. Quando acha o artista certo, é claro. Pensamento perdido que acha o artista errado vira palanque."

--

"Eles se encararam, e o resto do mundo inteiro acompanhou o silêncio entre os dois. Ninguém nasceu, ninguém morreu, ninguém chorou ou sequer cochichou durante aqueles segundos. Um momento inteiramente dedicado apenas ao palhaço e ao poeta. E foi lindo."